Série Casamento – Parte I – Datas

Captura de ecrã no 2018-10-02 16-44-50

Olá a todos!

Durante os próximos tempos vamos falar-vos um pouquinho do nosso casamento, especialmente das aventuras que vieram com ele, das dificuldades, facilidades e episódios caricatos.

Vamos abordar um bocadinho de todo o processo, desde a escolha das datas, as visitas às Quintas, o Catering, a escolha dos fotógrafos, a escolha do fato e vestido, a decoração, etc. Vamos tentar manter estes posts curtos, de forma a não serem maçadores.

Ah, e ainda antes da série do casamento terminar, vem aí um post sobre a nossa lua-de-mel!

Quando decidimos casar, houve logo uma decisão que ficou tomada e nem foi preciso falar nela: Não íamos casar daí a um ou dois anos. É demasiado tempo. Não faz qualquer sentido para o tipo de pessoas que somos, estarmos um ano a planear um dia, quanto mais dois ou três. Pelo que reparamos, muitas pessoas fazem-no, só que não é para nós.

O Fábio pediu-me em casamento no dia 17 de Março e casámos a 15 de Setembro. Tivemos cerca de seis meses para planear o casamento. Foi pouco tempo? NÃO, de todo!

Estejam a planear um casamento durante 3 anos ou 3 meses, uma coisa é certa: Duas semanas antes vão ter algum trabalho e na semana anterior vão ter mais ainda. Nos meses anteriores consegue-se conciliar tudo, escolher, ver, perguntar… com calma e sem stress.

Bem, mas a data de dia 15 não ficou escolhida nesse dia. Tínhamos o casamento de um casal amigo no mesmo ano e ainda não tínhamos a certeza da data deles. Temos amigos em comum com esse casal que iriam a ambos os casamentos, por isso nunca poderia ser no mesmo mês para não sobrecarregar os convidados.
Quando soubemos a data deles (em Agosto) decidimos que ficaríamos com o mês de Setembro e considerámos as datas 8 ou 15, com medo do mau tempo que por vezes aparece no final do mês (e estávamos bem enganados, porque Agosto acabou com tempo estranho e assim começou Setembro, o que ainda me causou um nervoso miudinho).

A escolha acabou por recair no dia 15 um pouco por acaso; teve mais a ver com a disponibilidade das Quintas do que com uma escolha pessoal. Falarei sobre as Quintas mais para a frente, mas como na primeira que vimos só tinha o dia 15 disponível, fomos na onda desse dia.

O que posso dizer mais sobre datas? Tudo o que vá mencionar agora vai mexer com outros temas, como convites, encomendas… E isso fica para os próximos posts.

Até já!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s