Luzes, Camara, Acção!

A photo by Alexander Dummer. unsplash.com/photos/aS4Duj2j7r4

Como começou tudo isto de criar um Blog e um Canal?

Eu estava sentado no sofá a ver um qualquer programa, num qualquer canal da televisão nacional, enquanto a Joana passava alegremente a ferro. Posto isto, heis que surge em primeiro plano alguém que se auto-intitulava de Trendsetter a comentar um qualquer assunto da actualidade.

Nenhum de nós ficou indiferente à situação e rapidamente começámos a divagar e discutir sobre o assunto.

Lembram-se quando, há uns anos, apareciam os famosos naqueles programas televisivos sobre a fama e a red carpet, sempre com o rectângulo num dos cantos inferiores do ecrã que mostrava o nome e a profissão? E lembram-se que essa profissão era quase sempre “Empresário”? Pois, parece que hoje em dia o “Empresário” deu lugar a algo muito mais fashion, o Trendsetter ou o Influencer.

Rapidamente – e como é hábito quando começamos a falar sobre qualquer assunto – a história do Trendsetter passou para segundo plano e começámos os dois a divagar de assunto em assunto e a perguntarmo-nos a nós mesmos: “e se?”.

— “E se fizesse-mos uma coisa assim engraçada?”
— “Sim, podia-mos escrever uns artigos e uns DIY’s, temos feito montes de coisas aqui por casa que iríamos gostar de partilhar.”
— “Uma espécie de blog, não é?”
— “Sim, mas talvez algo mais dinâmico… mais engraçado e que cativasse mais as pessoas.”
— “Podemos gravar em video, tipo um canal do Youtube.”
— “Eras capaz?”
— “Era, tu não?”
— “Claro que sim, é uma ideia brutal!!”

E foi basicamente isto. O certo é que já andávamos há algum tempo a tentar arranjar um hobby para ocuparmos os tempos livres e este, pareceu-nos ideal visto ter muito a ver connosco e com os nossos interesses e gostos.

Claro está que começámos imediatamente a fervilhar com ideias que rapidamente pusemos em prática.
O primeiro passo foi tratar da nossa imagem, o nosso logotipo, que após uma noite de volta do Illustrator ficou tal e qual como o tínhamos idealizado. Seguiram-se todas as imagens de perfil e capa para todas a redes sociais em que pretendíamos marcar presença, bem como este blog, que apesar de ambos trabalharmos em Web-Development, achámos mais rápido ser por enquanto em WordPress. Já dizia o ditado: “Em casa de ferreiro…”.
Tínhamos ideias de mais a fervilhar nas nossas cabeças para conseguirmos concentrarmo-nos a desenvolver um site. Fica aqui prometido que o iremos fazer assim que possível!

Faltava agora o principal, o conteúdo. Após um pequeno brainstorm, delineamos quais seriam os primeiros videos que pretendíamos filmar e, se chegar a um consenso sobre o conteúdo foi fácil e rápido, colocar a coisa em prática revelou-se um pouco mais difícil.

Estão a ver quando no cinema se diz “Luzes, câmara, acção!”? Provavelmente, destas três palavras tão importantes a única que nos fica na cabeça é a última, a parte da acção. O problema é que as duas primeiras são tão ou mais importantes do que a acção em si.
Se nos dias de hoje, qualquer pessoa possui no seu bolso um smartphone com capacidades de captação de imagem e video dignas de – há uns anos atrás – deixar qualquer cineasta de boca aberta, a verdade é que são equipamentos que atingem rapidamente as suas limitações quando se pretende fazer algo mais sério.

Se um daqueles vídeos que fazemos de noite com o telemóvel pode parecer bem quando o vemos no ecrã do aparelho, o mesmo (provavelmente) não vai estar tão bem quando o tentarmos visualizar num ecrã de maiores dimensões.
Isto é devido sobretudo às câmaras utilizadas nestes aparelhos, que apesar de cada vez mais transportarem enormes quantidades de mega pixeis, continuam a ter que ser inseridas num espaço super reduzido, o que obriga a possuirem um sensor de igual reduzido tamanho, e não possuirem muito do hardware que uma câmara profissional traz.

Com isto, passamos da questão da câmara para a questão das luzes. Um sensor de menores dimensões, permite uma menor exposição à luz e acreditem, no mundo da fotografia e do video a luz é tudo!
Se algum dia tiverem oportunidade de entrar num estúdio de produção de um programa televisivo, não é o tamanho das câmaras que vos vai espantar, é a quantidade de luzes inseridas naquele pequeno espaço que, escondidas por trás da câmara passam facilmente despercebidas mas continuam a ser a peça chave em todo o set.

Se ao ar livre em dias de sol temos toda a luz do mundo (não dispensando ainda assim alguns cuidados), dentro de casa a coisa complica-se um pouco e, quando pensávamos que até tínhamos muita luz dentro de casa, rapidamente nos apercebemos que não era de todo verdade.

De salientar ainda a parte do som, tão importante quando queremos comunicar e fazer passar uma mensagem. Esqueçam o microfone do telemóvel ou da câmara que, apesar de com algum trabalho se conseguirem bons resultados, não nos proporciona milagres.

Deixo para um próximo post detalhes mais técnicos, desde a nossa escolha para a captação do som bem como a história da escolha da segunda câmara que utilizamos nos nossos vídeos. Em jeito de teaser posso-vos dizer que tentámos uma Action Cam e que a coisa não correu tão bem quanto esperávamos..

Uma coisa vos posso garantir, para além de nos divertirmos – quer seja a planear ou a gravar os vídeos – temos aprendido imenso com tudo isto. Ainda estamos muito longe da perfeição mas o nosso objectivo também nunca foi esse.
Queremos divertir-nos e a vocês também. E se pelo meio formos aprendendo uma coisa ou outra, temos todo o gosto em partilha-las convosco.

Esperamos que gostem de tudo o que ainda está para vir, com a certeza que por detrás de futuros videos, estão muitas horas de gargalhadas, asneiras e muita aprendizagem.

Até já!
Ele.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s